A Exposição Permanente


Com esta exposição, pretende-se ilustrar a evolução histórica da ocupação humana do território que corresponde ao actual concelho do Sabugal, as Terras do Alto Côa.
A nossa principal motivação foi identificar e caracterizar as comunidades que ocuparam o território, assinalando os sítios arqueológicos do concelho e os vestígios que comprovam a sua presença.

A exposição está concebida de forma elucidativa e pedagógica, fácil de seguir e de rápida leitura das legendas, com notas sumárias e claras das temáticas abordadas e com o apoio gráfico necessário para uma melhor apreensão do significado de cada conjunto de peças.

Ao longo do percurso definido, o visitante irá acompanhando as sucessivas etapas da ocupação do território, desde as primeiras presenças documentadas, na Pré-História, até ao século XX.

Foi nossa preocupação fazer uma apresentação de forma contínua, sem dar mais ênfase a determinados períodos em detrimento de outros.

A exposição não pretende ser um armazém de objectos e restos arcaicos, nem tem a veleidade de mostrar todo o património arqueológico disponível. Com base numa criteriosa selecção dos artefactos, mostramos os melhores e mais representativos, no plano qualitativo, apostando na singularidade e na relevãncia regional das peças, para a melhor compreensão de cada período.

Aqui, está patente parte significativa do património arqueológico oriundo de diversas localidades, proveniente de doações e depósitos de particulares, de empréstimos de outros museus e das escavações realizadas nos últimos anos no concelho.

Desta forma, o Museu do Sabugal quer ser, acima de tudo, um local agradável para o visitante, constituindo um exemplo de preservação e exposição do património histórico e arqueológico, tornando-se um local de mais-valia turística e pedagógica no concelho do Sabugal.

Teaser image

GUIA DE VISITA De momento, está disponível o guia de visita à exposição permanente, em português.
Para efectuar o download, basta clicar nas ligações abaixo:
Guia de visita (POR)